Mad Men

 

Humano, demasiado humano

 

Mad Men - HBO

TV televisão canal pago canais pagos séries seriados publicidade publicitários

Sequências finais do episódio 13 da sexta temporada


Não são poucas as razões pelas quais a figura ambígua de Don Draper fará falta.
Reunião com executivos da Hershey’s e Draper, o diretor de criação, já um tanto alcoolizado, irrompe em um daqueles acessos de franqueza, que nunca deixam pedra sobre pedra. E esse, como sabemos, acaba levando seus sócios na Sterling Cooper & Partners a “convidá-lo” a sair de férias.
Que destino aguarda o personagem, na sétima e última temporada da série, é o que também estou curiosa para saber. Mas não antes de amanhã, às 21h.

 

 

Game of Thrones

Uma penca de motivos para não ver

Do  meu perfil no Facebook

Veep

Em Veep, Julia Louis-Dreyfus é Selina Meyer: Vice-presidente dos EUA e rainha das gafes

Bem que eu tentei e, tão logo a série estreou na HBO, em 2011. Mas não há o que me faça gostar de Game of Thrones — nem mesmo a minuciosa produção ou a caprichada fotografia. Dos dragões de estimação às espadas desembainhadas a cada cinco minutos (ou às cabeças cortadas com e sem motivo), tudo ali contribui para me manter à distância. E, pelo que tenho ouvido e lido por aí, estou na contramão de um alardeado sucesso de público. Fazer o quê? Não gosto e #prontofalei. Na mesma HBO, tenho gostado de acompanhar Psi, que ontem entrou no quarto episódio, e espero lembrar de assistir à estreia da terceira temporada de Veep, logo mais, às 22h.

Foto: Divulgação | HBO